FANDOM


This article is a transcript of the SpongeBob SquarePants episode, "Bubblestand" from season one, which aired on July 171999.


  • Bob Esponja: [Bob Esponja trabalha fora, e respira o ar fresco] Ahh, que dia maravilhoso. O sol apareceu, a água está cristalina, as ostras estão alegres. Tudo é paz. [Bob Esponja imediatamente pega a madeira, um martelo, e pregos, e começa a construir uma barraca. Lula Molusco espia com a cabeça para fora da janela]
  • Lula Molusco: Você pode abaixar o volume, por favor? Eu não posso trabalhar com essa barulheira toda!
  • Bob Esponja: Oh, está bem, Lula Molusco.
  • Lula Molusco: Ah, tá bom.
  • Bob Esponja: Tudo bem. [ele bate levemente no prego e olha para a janela de Lula Molusco. Ele faz isso de novo e continua, certificando-se de que não faz muito barulho. Enquanto isso, na casa de Lula Molusco, ele traz sua clarineta na mão]
  • Lula Molusco: E agora o som repousante da clarineta do Lula Molusco. Obrigado, obrigado. [Ele começa a tocar. Bob Esponja olha para cima e vê que Lula Molusco está tocando, então ele decide terminar sua barraca rapidamente. Lula Molusco olha pela janela novamente.]
  • Lula Molusco: Eu pensei que... Ah?
  • Bob Esponja: Oi, Lula Molusco. Quer fazer bolha de sabão? Só 25 centavos.
  • Lula Molusco: Ora, ora. Como se eu fosse gastar o meu tempo fazendo bolha de sabão.
  • Bob Esponja: Arram.
  • Lula Molusco: Ah, por favor. Mais quem no mundo pagaria para soprar bolhinhas de sabão. [Patrick sai de casa, preso na parte de baixo da rocha]
  • Patrick: Bom dia. [ele cai e grita]
  • Lula Molusco: Oh, céus. [Patrick anda até Bob Esponja]
  • Bob Esponja: Bom dia pra você. Quer fazer bolhinhas de sabão?
  • Patrick: Hmmm, e quanto custa?
  • Bob Esponja: 25 centavos.
  • Patrick: Parece razoável. [sussurrando] Uh, vou ter que consegui dinheiro emprestado.
  • Bob Esponja: Eu empresto, Patrick. [ele tira uma moeda de 25 centavos e dá para Patrick]
  • Patrick: Ah, 25 centavos. [ele devolve a moeda à Bob Esponja e este morde-a para ver se é verdadeira]
  • Bob Esponja: Obrigado. [corta de novo para o Lula Molusco]
  • Lula Molusco: É, os negócios vão bem. [ele ri] Como é que eu vou ter vizinhos tão fracassados assim, meu Deus? [ele continua a tocar. Corta de novo para Bob Esponja e Patrick. Bob Esponja mergulha a varinha no sabão]
  • Bob Esponja: Aqui está, Patrick. Pronta pra fazer bolhinhas. [Patrick pega a varinha de Bob Esponja, respira fundo e começa a soprar, mas uma bolha não sai. Ele arfa e sopra novamente. Depois de um tempo, Bob Esponja coloca uma placa escrita "Lessons" (Aulas). Patrick então perde o fôlego] Está interessado em algumas aulas? Só 25 centavos.
  • Patrick: Ah, tá, tudo bem, hã. Ô, Bob, me empresta mais 25 centavos. [Bob Esponja entrega uma moeda de 25 centavos para Patrick] Obrigado. [ele pisca e entrega a moeda de volta para Bob Esponja]
  • Bob Esponja: Bom, Patrick, tudo depende da técnica. [ele começa a fazer sua rotina infame] Primeiro fazer assim, depos girar. Pare! Virar a cara três vezes: uma, duas, três. E, impulso pélvico! Uuuuuuu! Uuuuuuu! Se apoiar no pé direito, não se esqueça! Depois girar o corpo pra lá. E de volta pra cá. Aí você faz isso, e isso, e isso, e aquilo, e isso e aquilo, e isso e aquilo, então... [ele sopra bolhas em forma de patos]
  • Patrick: Éuuuu. [Bob Esponja aparece do nada e sopra uma caixa. Patrick ri e Bob Esponja sopra uma lagarta] Ah! [A lagarta estoura uma por uma, com sons descendentes. Patrick continua a rir. Bob Esponja sopra um rebocador, e ele flutua]
  • Patrick: Nossa! [a bolha estoura e faz um barulho de nevoeiro. Corta para dentro da casa do Lula Molusco]
  • Lula Molusco: Aaah, hã? [ele balança o clarinete. Corta para fora com Bob Esponja e Patrick]
  • Bob Esponja: E agora com as duas mãos! [ele inspira profundamente e sopra um elefante. A música circense, em particular parte da peça "Entry of the Gladiators", começa a tocar.]
  • Patrick: [Ri] É uma girafa! [Patrick continua rindo quando o elefante flutua na casa de Lula Molusco. Bob Esponja então se preocupou quando a bolha estourou e toneladas de bolhas menores saíram das duas janelas da casa enquanto um elefante soa. Lula Molusco abre a porta com um olhar azedo no rosto. Bob Esponja e Patrick se escondem atrás da barraca. Bob Esponja coloca uma placa escrita "Closed" (Fechado) sobre ele. Lula Molusco olha por cima da barraca]
  • Bob Esponja: Me desculpe senhor, já fechamos.
  • Lula Molusco: Não me venha com conversa! Como vocês podem fazer todo esse barulho só com bolhas de sabão?!
  • Bob Esponja: Não estamos só fazendo bolhas. São bolhas artísticas! Preste atenção. [ele faz sua rotina infame novamente] Primeiro fazer assim, depois girar. Pare! Virar a cara três vezes: uma, duas, três. E, impulso pélvico! Uuuuuuu! Uuuuuuu! Se apoiar no pé direito, não se esqueça! E agora girar o corpo pra lá, de volta pra cá. Agora você faz isso, isso, e isso, e aquilo, e isso e aquilo, e isso e aquilo, então... [ele sopra uma borboleta, que voa para Lula Molusco, pousa em sua cabeça e estoura]
  • Lula Molusco: Isto não é arte. É uma coisa chata. Fazer bolhas, isto é a coisa mais chata que eu já vi. [Bob Esponja e Patrick, agora deprimidos, vão para a casa de Bob Esponja] Deviam estar envergonhados. [Bob Esponja fecha a porta enquanto Lula Molusco ri para si mesmo] Arte [Ele continua rindo] Isto [Ainda rindo] Não é arte. Oh, é terrível. É ridículo. [ele murmura, e pega a varinha de bolhas, cheira e inspira para soprar. Então, Bob Esponja aparece do nada]
  • Bob Esponja: Isso custa 25 centavos, senhor.
  • Lula Molusco: Como é? O que? [Bob Esponja pisca] Ma... Quem pagaria 25 centavos para fazer bolhas?
  • Bob Esponja: Também oferecemos aulas para iniciantes. [coloca a placa de aulas]
  • Lula Molusco: Iniciantes? O que é mais fácil que soprar uma mísera bolha? [he pulls a quarter out] Toma os 25 centavos! [Bob Esponja morde para ver se é veradeira e ela dobra] Veja e aprenda. [ele inspira e sopra, mas nada acontece] Dâh, pé, pé, pé, pera aí [ele inspira e sopra novamente, mas nada acontece novamente] Pera aí, é, só mais uma vez [ele inspira e sopra novamente, e uma pequena bolha sai e instantaneamente cai no chão e explode, fazendo um som de pum. Olha para Bob Esponja e Patrick. Eles engolem em seco e começam a assobiar. Lula Molusco coloca mais uma moeda na barraca] É, pera, só um aquecimento, sabe? [ele mergulha a varinha no recipiente da bolha, inspira profundamente e sopra com força. A bolha cai no chão novamente, fazendo outro som de pum, pega mais uma moeda e a põe na barraca.]
  • Bob Esponja: Ô, Lula Molusco, lembre-se, a técnica [Lula Molusco continua tentando soprar bolhas enquanto Bob Esponja e Patrick estão tentando mostrar a ele a técnica] Ô, Lula Molusco, você tem que fazer assim, ó, você tem que ir pra trás...
  • Patrick: Isso, pra trás. Pra trás!
  • Bob Esponja: E isso, e virar a cara três vezes, lembra? Assim ó, um, dois...
  • Patrick: Isso mesmo. Isso.
  • Bob Esponja: três e depois...
  • Patrick: Agora o impulso pélvico!
  • Bob Esponja: O impulso pélvico, o impulso pélvico, olha assim ó. Uuuuuuu...
  • Patrick: Isso, presta atenção agora, Lula!
  • Bob Esponja: Uuuuuuu! A técnica, Lula Molusco.
  • Patrick: Presta atenção!
  • Bob Esponja: Você tem que fazer tudo, girar pra cá, girar pra lá...
  • Patrick: A técnica!
  • Bob Esponja e Patrick: [de pé em um pé] Técnica! Técnica! Técnica! Técnica! Técn... [Lula Molusco olha para eles]
  • Bob Esponja: É, você não ta, a... aplicando.
  • Lula Molusco: Técnica, técnica! Ah, técnica, técnica, técnica, técnica!

[ele começa a fazer a rotina infame, enquanto imita Bob Esponja] Primeiro faço isso , eu dou um giro, aí eu viro a cara três vezes, e um impulso pélvico! e Auuaaaa! Aí eu paro, eu apoio no pé direito, não se esqueça, eu giro o corpo pra cá, e agora um pouco disso, um pouco daquilo, e isso aí, isso aqui, isso e aquilo, aquilo e isso e um pouco daquilo e... [Grita na varinha, soprando uma bolha gigantesca e sem forma]

  • Bob Esponja e Patrick: Uau! [Lula Molusco é então levantada do chão. A bolha sai da varinha e Lula Molusco cai de volta no chão]
  • Bob Esponja: Muito bem, Lula Molusco. Foi demais, é.
  • Patrick: O Lula Molusco é o número um.
  • Lula Molusco: Consegui fazer, não é? Vocês não fizeram uma bolha assim.
  • Bob Esponja e Patrick: Não.
  • Lula Molusco: Isto sim é uma bolha.
  • Bob Esponja: Sem dúvida, Lula Molusco, viu? É só aplicar a técnica.
  • Patrick: É, é técnica.
  • Lula Molusco: Técnica? Haha. Bob Esponja, você está achando que criei este [beija seu tentáculo] lindo trabalho da arte com a sua ajuda [ele começa a rir] Que nada, está nos meus genes.
  • Bob Esponja: O Lula tem genes! O Lula tem genes! O Lula tem genes! [Lula Molusco caminha de volta para sua casa]
  • Lula Molusco: Obrigado, obrigado, obrigado. [ele começa a tocar clarinete. Bob Esponja e Patrick cantam o nome de Lula Molusco. A certa altura, eles caem um no outro e Patrick cai no chão.] Sou demais. [Lula Molusco continua a tocar clarinete. Enquanto Bob Esponja e Patrick continuam cantando, a bolha de Lula Molusco voa sobre eles, cobre a casa de Lula Molusco e a puxa para fora do chão e em direção ao topo do oceano. Bob Esponja percebe e para Patrick]
  • Bob Esponja: [preocupado] Lula Molusco! [Patrick agora nota]
  • Bob Esponja e Patrick: Lula Molusco! Lula Molusco! Lula Molusco! [Lula Molusco para de tocar sua clarineta]
  • Lula Molusco: Olá, meus amigos. Vocês estão olhando para o... [ele vê o quão alto ele está do céu]
  • Bob Esponja e Patrick: Lula Molusco!
  • Lula Molusco: ...gênio. [a bolha explode no ar e, em seguida, o chão treme violentamente e treme. Bob Esponja e Patrick ficam admirados]
  • Bob Esponja e Patrick: Uau! [o chão para de tremer. Os dois voltam lentamente para suas casas. Eles então aceleram e correm para dentro de suas casas. A casa de Lula Molusco volta à superfície. Ele começa a tocar seu clarinete fracamente enquanto a tela fica preta, terminando o episódio]
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.